https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

Anjo caído

 
Tags:  beleza    fama    pretensão.  
 
Open in new window





















Anjo caído

Vestia-se de anjo, nas festas da igreja
Era badalada na escola que estudava
As outras meninas morriam de inveja
Diziam que ela em muito “se achava”

Um dia ganhou um concurso de beleza
Era com certeza a mais linda do lugar
Foi à capital mostrar a sua grandeza
E por falta de esperteza veio a fracassar

E desta forma foi aumentado seu drama
Usou drogas e foi mulher de programa
E agora seu futuro se encontra destruído

Aquela que já foi a mais linda da praça
Hoje o seu mundo não tem muita graça
Pois se transformou em um anjo caído.

jmd/Maringá, 08;02.10


verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
3176
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.