https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Moldo-Te o corpo

 
Open in new window

Moldo-Te o corpo,
na passagem suave das minhas mãos!

Na seda da Tua pele desnuda,
florescem gemidos,
das sementes que os meus lábios plantam,
nos sulcos de desejo,
que a minha lingua lavra!

Sôfrego,
o Teu corpo implora,
submisso,
sem razão ou querer,
para que o tome!

Nem que seja, por puro prazer!
Pura posse!
Loucura demente!

Possui-lo num repente
e ficar por lá enlaçado...
laço de desejo, apaixonado.

Moldo-Te o corpo,
com o meu corpo,

alimento este desejo,
de Te vestir de mim...

por fim,
à sombra dum Beijo
abraço os suspiros que nascem

e permaneço com as minhas mãos
vestidas de Ti!

Moldo-Te,
Desejo insano,
com que me vestes o Olhar!



Andy


 
Autor
Andy
Autor
 
Texto
Data
Leituras
764
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
30 pontos
6
0
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 10/03/2010 11:23  Atualizado: 10/03/2010 11:23
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9599
 Re: Moldo-Te o corpo
O Amor é assim, é tudo o que aqui se encontra
tão belamente escrito neste poema.

abraço
rosa


Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 10/03/2010 13:26  Atualizado: 10/03/2010 13:26
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 12081
 Re: Moldo-Te o corpo
A moldura poética do sentimento mais nobre no ser humano, o amor aqule que faz os sentimentos fluirem assim em pura beleza.

Beijos


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 14/03/2010 16:17  Atualizado: 14/03/2010 16:17
 Re: Moldo-Te o corpo para Andy
E nessa planície de desejo,
Montanhas de prazer
Vales de loucura,
E searas de Querer
floresce o fruto do Amor semeado...
Numa moldura de corpos em tumulto

Divino!