https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Sociais : 

D´fronte a essa Aquarela de Sabores urra minha Pantomima de Amores...

 
Uma arrevoada de Flores ao som do teu silêncio

Doutor queria lhe pedir por gentileza as sobras do pão de quarta-feira...

Você viu! Só não teve olhos para enxergar

...Doutor minha criança que o Sr estuprou abortou, mas me falou que sua camisa já passou!

Sim, ainda te amo... Mas existe o Espelho, o Reflexo e quem é a Parede?

O Crepúsculo é minha cria bastarda! Seus braços são um covil que não distingue ismos se é Puta ou quem a Pariu...

Acompanhado pela eterna ausência que me segue na excelência de ficar bêbado!

Os Abandonados unidos pela comunhão dos Viciados.

A Madrugada é a Madrasta de todos os moribundos...

A Fé me guia! O oitão me guarda minha mãe desculpa o que fiz nas Madrugadas!

Os Sequelados unidos pela Comunhão dos Desgraçados! DECIFRA-ME & ME-DEVORA!


"Céu não há inferno não existe o castigo do vicio é o próprio vicio e o premio da virtude é a própria virtude...

DECIFRA ME & ME DEVORA!

http://imprensalternativa.blogspot.com/

 
Autor
zKdiniz
Autor
 
Texto
Data
Leituras
405
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.