https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

SOPRO DE NADA

 
sou sopro de vento
na força da dor
da vénia retida
no canto do olho
espuma invertida
na taça da vida
tacto de sombra
no voo de ninguém
razão importada
da alma revolta
rasgo indefinido
de ventre suposto
renegado de nada
de tudo despido
rasgado de sal
orvalho de esboço
de rosto ensombrado
no rasto do colo
...um adeus de vontade.

Eduarda
09/04/2010






 
Autor
eduardas
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1121
Favoritos
4
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
76 pontos
44
0
4
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Moura365
Publicado: 09/04/2010 21:38  Atualizado: 09/04/2010 21:38
Colaborador
Usuário desde: 23/10/2009
Localidade: Rio tinto-Porto
Mensagens: 2284
 Re: SOPRO DE NADA
Este poema, Eduarda, fez-me lembrar os magníficos poemas do Ary dos Santos! Onde a força, a garra, a determinação, me encheu as medidas.

Lindíssimo!

Beijinhos

Gil


Enviado por Tópico
AuroraRosado
Publicado: 09/04/2010 21:59  Atualizado: 09/04/2010 21:59
Colaborador
Usuário desde: 18/03/2010
Localidade:
Mensagens: 623
 Re: SOPRO DE NADA
Belo poema eivado de desalento, cujo ritmo sugere ele mesmo um desabafo. Como sempre, as imagens usadas são muito expressivas.

Parabéns!

Bj


Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 09/04/2010 22:04  Atualizado: 09/04/2010 22:04
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 12099
Online!
 Re: SOPRO DE NADA
Eduarda

Concordo em pleno com o Gil, um bom poema muito expresivo numa cadência envolvente.

Beijos


Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 09/04/2010 22:05  Atualizado: 09/04/2010 22:05
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9599
 Re: SOPRO DE NADA
Lindo!
Leio um desabafo e faz-me lembrar Pessoa

Cito de cor:

Nem é porque eu sinta
Uma dor qualquer
Minha alma é indistinta
Não sabe o que quer.

É uma dor serena
Sofre porque vê
Tenho tanta pena!
Soubesse eu de quê!...

Como sempre adorei ler-te Eduarda.
beijinho


Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 09/04/2010 22:18  Atualizado: 09/04/2010 22:18
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: SOPRO DE NADA
Tal como a Rosa diz o teu poema faz lembrar Fernando Pessoa cuja obra conheço muito bem por ser um dos meus poetas predilectos.
Muito bom. Eduarda.
Beijo
Vóny Ferreira


Enviado por Tópico
laroche_l
Publicado: 09/04/2010 22:24  Atualizado: 09/04/2010 22:24
Colaborador
Usuário desde: 26/02/2010
Localidade:
Mensagens: 706
 Re: SOPRO DE NADA
Gostei muito da oposição de sentimentos. Por um lado o desenrolar sugere um esvaziamento, um perder de alento, mas ao mesmo tempo a intensidade expressiva é crescente, quase gritante. Parabéns.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 09/04/2010 22:49  Atualizado: 09/04/2010 22:49
 Re: SOPRO DE NADA
Um sopro sentido,um desabafo,um grito por tudo que são os nossos nadas...uma escrita muito bela
abraços
mary


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 09/04/2010 22:52  Atualizado: 09/04/2010 22:52
 Re: SOPRO DE NADA
Eduarda, tuas escritas estão sendo comparadas aos grandes mestres poetas.

Mais uma vez só posso de parabenizar.
E dizer que já estou me habituando passar aqui.

Beijinho

Rosangela


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 09/04/2010 22:59  Atualizado: 09/04/2010 22:59
 Re: SOPRO DE NADA
Oi Eduarda!
Que beleza!
É um prazer voltar a te ler!
Abraços
Edilson


Enviado por Tópico
Julio Saraiva
Publicado: 09/04/2010 23:08  Atualizado: 09/04/2010 23:08
Colaborador
Usuário desde: 13/10/2007
Localidade: São Paulo- Brasil
Mensagens: 4206
 Re: SOPRO DE NADA p/maria eduarda
gosto dos versos curtos, dão ritmo. gosto demais, enfim.

um beijo,

j


Enviado por Tópico
miriade
Publicado: 09/04/2010 23:19  Atualizado: 09/04/2010 23:19
Colaborador
Usuário desde: 28/01/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 2171
 Re: SOPRO DE NADA
Menina poeta,em cada verso que chama o outro ao abraço, ha melodia, muito bom de ler varias vezes, parabens pela bela composição,

beijos, Lu




Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 10/04/2010 00:57  Atualizado: 10/04/2010 00:57
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: SOPRO DE NADA
Também sou vidrada em Pessoa, e lembra mesmo! Beijo e obrigada!


Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 10/04/2010 01:25  Atualizado: 10/04/2010 01:25
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15516
 Re: SOPRO DE NADA
Texto harmonioso e com tua força de expressão peculiar. Gosto muito da tua escrita e companhia. Beijinhos no coração!


Enviado por Tópico
Conceição Bernardino
Publicado: 10/04/2010 01:57  Atualizado: 10/04/2010 01:57
Colaborador
Usuário desde: 22/08/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 3332
 Re: SOPRO DE NADA
olá Eduarda,

aqui demonstras como brincas com as palavras...
fantástico poeta.

beijo


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 10/04/2010 21:37  Atualizado: 10/04/2010 21:37
 Re: SOPRO DE NADA
olá, Eduarda.

Como sei que não gosta de elogios, apenas direi que favoritei.


Bj

Bom fim-de-semana


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 11/04/2010 17:02  Atualizado: 11/04/2010 17:02
 Re: SOPRO DE NADA
Sempre tão forte em palavras, tão intensa em sentidos, Os sentimentos sopram...
bjus no coração.


Enviado por Tópico
Henricabilio
Publicado: 11/04/2010 19:44  Atualizado: 11/04/2010 19:44
Colaborador
Usuário desde: 02/04/2009
Localidade: Caldas da Rainha - Portugal
Mensagens: 6963
 Re: SOPRO DE NADA
Dos muitos nadas,
nascem os tantos
encantos
que indicam a estrada.

Um abraçooo!
- Abilio -


Enviado por Tópico
Branca
Publicado: 11/04/2010 19:53  Atualizado: 11/04/2010 19:53
Colaborador
Usuário desde: 05/05/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 3023
 Re: SOPRO DE NADA
é buscando sempre que se encontra. nem tudo é nada. há o que se encontrar...
beijo.


Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 11/04/2010 22:24  Atualizado: 11/04/2010 22:25
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: SOPRO DE NADA
Um desabafo, que me deixou sem palavras, esse é um daqueles, que só vou sentir, enquanto lembro de Pessoa...beijo querida


Enviado por Tópico
Sterea
Publicado: 12/04/2010 11:57  Atualizado: 12/04/2010 11:57
Colaborador
Usuário desde: 20/05/2008
Localidade: Porto
Mensagens: 3404
 Re: SOPRO DE NADA
Dizemos tanto e nada... dizemos tudo e tão pouco! Mas das palavras que deixarmos, se façam poemas, se salvem poemas...
Belo e verdadeiro, este sopro de nada que é tanto!

Beijo!


Enviado por Tópico
Beija-Flor76
Publicado: 13/04/2010 23:48  Atualizado: 13/04/2010 23:48
Colaborador
Usuário desde: 23/02/2010
Localidade: PORTUGAL
Mensagens: 2058
 Re: SOPRO DE NADA
Os adeus deveriam ser sempre de vontade, pois anunciam um reencontro... mas há adeus que são pra sempre .
Como sempre, magnifico, talvez um pouco mais ao jeito da poesia que gosto de saborear .
Beijo e feliz dia do beijo ...