https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Ego cego

 
Tags:  solidão    ego    cegueira    falta de auto-visão  
 
Ego cego, tua cegueira te encobre
já estás pobre, seco, doente e senil.
Deixas de fazer-te de generoso, assume-te vil
Ego cego, vestido de roto cetim nobre
Banqueteia-te antes que a realidade te afogue
neste imenso frágil barril (vazio).
Rei neste solitário pequeno aquário
onde és rei, porteiro e agente carcerário
Juiz, prefeito, e dono do fuzil.
Ego cego, tateando no escuro
diz que o mole é duro, o quente, frio
Pobre cego, não reconhece um prego
onde pendura as roupas de sábio varonil.
Que despiu bem cedo, quando sentiu medo
depois que o último leitor bateu a porta e saiu.

Ego cego,
Há uma solução clara e pacata,
há cirugia para catarata
faça-a pois nem todo mundo partiu...

Ainda há amor nos olhos de quem vê o que ninguém mais viu.




Ana Lyra

 
Autor
anakosby
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1351
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
27 pontos
11
0
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
luciano
Publicado: 20/04/2010 03:05  Atualizado: 20/04/2010 03:05
Da casa!
Usuário desde: 16/02/2009
Localidade: Ituporanga / SC
Mensagens: 304
 Re: Ego cego
Lindo poema meu anjo, e realmente a cegueira do ego por muitas vezes destroi o que parece ser impossivel ser destruido por passar despecebido por causa dessa cegueira absurda!
Belos são teus textos pois é linda tua escrita!
Beijos no coração meu doce anjo poético!


Enviado por Tópico
Raule
Publicado: 20/04/2010 03:09  Atualizado: 20/04/2010 03:09
Super Participativo
Usuário desde: 23/09/2009
Localidade:
Mensagens: 103
 Re: Ego cego
Ainda há amor nos teus olhos, dona do teu interior,teu eu e ego. Dona de tua poesia bela.


Enviado por Tópico
AnaMartins
Publicado: 20/04/2010 03:11  Atualizado: 20/04/2010 03:11
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 2221
 Re: Ego cego
Olá!
Intensa, como que um acumular de energia irada esta tua poesia.
E tens toda a razão quanto à cegueira declarada de certos egos. Que a vida tenha piedade deles!

Um beijo!


Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 20/04/2010 11:25  Atualizado: 20/04/2010 11:25
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: Ego cego p/ Analyra
Há uma certa angústia no teu poema, Ana.
Egos inflamados?
Encontram-se para aí às paletes, e... curiosamente
muitas vezes nem se apercebem que é exactamente por
não terem essa percepção que os leva a sentirem superiores (o que é um complexo...) aos demais.
É sempre bom ler-te.
Beijoca
Vóny Ferreira


Enviado por Tópico
ÔNIX
Publicado: 20/04/2010 11:27  Atualizado: 20/04/2010 11:27
Colaborador
Usuário desde: 08/09/2009
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2695
 Re: Ego cego
Nunca nos dirá o que se vê no escuro, porque o ego traz marés negras do seu ventre materno


Gostei

Fantástica como sempre, a tua escrita


beijos


Matilde D'Ônix


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 05/05/2010 16:14  Atualizado: 05/05/2010 16:14
 Re: Ego cego
Analyra

Quantas pessoas esconde-se neste sentimento,
Passa o Ser a conviver com suas próprias incertezas e fragilidades. Brutaliza o seu comportamento, buscando a sobrevivência de sua própria espécie. O amor, uma das virtudes divina; se não, o primórdio da vida, dá lugar a um sentimento de falsa auto-proteção: O Egoismo.

Volta-se numa instrospecção valorativa de si mesmo em detrimento de outrem. Potencializa a si de uma forma prejudicial ao seu próximo, como numa cegueira maléfica de auto-defesa.

Banaliza a tudo e a todos, corroe vidas , destroi sonhos, despersonifica modelos, tudo em benefício de ser servido e satisfazer a seu ego.

Infelismente muitas vidas encontra-se assim: "Rei neste solitário pequeno aquário"...do egoismo...

bjimmm
Pastora Ana Vidal