Contos : 

Audácio & Arrogância

 
Tags:  humano    nietzche  
 
Estava cansado, pensou em acender um cigarro, era só pedir, como de
costume, e receberia o que desejava. Quer um cigarro, cara? Não
obrigado, parei. Tu sabe que isso não combina contigo, o cigarro tem
um charme sepulcral que combina com teu estilo. Eu sei que ele fala a
verdade, tão ridiculo que parecesse, ele não mente sobre o que pensa.
Não, obrigado. Mas então? Então o que Carla? Por que vocês escrevem
tanta coisa ruim, o mundo está cansado disso, o mundo precisa de
histórias boas, para poder respirar dessa sufocante realidade. Ela
tenta falar como eu, eu estou cansado disso, estou cansado dela. Então
você faz parte do mundo, não é? Sim, isso mesmo Antônio, assim como...
Então você está dizendo que você está cansada, não é mesmo. Isso
mesmo. Que voz irritante, caralho, tenho realmente que suportar essa
voz irritante? Então por que você não se mata? Assim não precisa
suportar isso. Ai! Que horror. Tu pegaste pesado dessa vez. Pesado é
ter que suportar tanta besteira sendo dita por uma só pessoa. Tadinha,
tu tá de TPM é Antônio? Sim estou, tensão pós merda, TPM, é uma tensão
que você tem depois de escutar uma merda dessas. Um do homens na mesa
dá um sorriso e o outro bate palmas e ri abertamente. Isso ae, cara!
Deles apenas dois são como eu, maturados, nem melhores nem piores que
os outros, apenas maturados. Os outros são apenas projetos de futuros
defecantes, pura hiprocrísia enlatada. Por que tu sempre me corta?
Porque acho tuas ideias um lixo. Ai, que horror, eu sei que no fundo,
tu gosta de mim. Claro, o dia que a gente for pro motel, no fundo, bem
no fundinho, eu vou gostar de você. Ai, tu não presta mesmo. Ele
gruni. Um vazio toma conta dele. Desculpa, acho que peguei pesado
mesmo. Ele fala sem traços de emoção na voz. Tá bom. Ela abraça ele. O
que ela tem de bonita, tem de superficial, apenas um corpo, com uma
mente pseudo-intelectual. Quanta audácia pensar que é como eu, o que
me incomoda não é alguém querendo discordar de mim, mas que pelo menos
honre o cérebro que carrega.
 
Autor
pmatiass
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1023
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.