https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Como o Amor nos confunde

 
Se fundo, se profundo,
Se raso, se superficial...
Como no real do sonho do mundo,
Vivemos imaginando o trivial.

Mal e Bem lado a lado,
Num cavalo alado voando,
No rolar trotando do dado...

A sorte lançada ao léu,
Sem véu, nua no escuro
De um sussurro se sente o fel,
Graças do céu apenas puro.

Contudo é sempre um fardo,
Inevitável dardo pontiagudo,
Absurdo cravado no bastardo.


Mário Piccarelli

 
Autor
Mario Piccarelli
 
Texto
Data
Leituras
710
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Juli Lima
Publicado: 08/08/2007 17:15  Atualizado: 08/08/2007 17:15
Colaborador
Usuário desde: 02/08/2007
Localidade: Rio de Janeiro
Mensagens: 993
 Re: Como o Amor nos confunde
Boa tarde! Reflexivo e sensório verrsejar. Expressiva sensibilidade. Bj poesia