https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

Aprendendo a Amar

 
 
Aprendendo a Amar


Você não me soube amar
Porque amou-me como sabia,
Se não fez como eu queria
Porque mais não sabia dar.

E eu queria um amor sem par
Via que o jogo às vezes cedia
Num fogo que mais e mais ardia
Recebi o que tinhas a me ofertar.

Num reinado sem coroas nem reis
Consignei-me a ti sem porquês…
Só, ria, vendo-te em todo lugar,

Consumia nossas cenas no vão.
Esquecido vazio que deixou a paixão
Naquele colo dormir, se aninhar.


Ibernise.
Barcelos (Portugal), 20.08.2010.
Núcleo Temático Romântico.
 
Autor
Ibernise
Autor
 
Texto
Data
Leituras
856
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
14 pontos
6
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 20/08/2010 21:59  Atualizado: 20/08/2010 21:59
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9599
 Re: Aprendendo a Amar
Belo teu soneto!
Às vezes acontece sentirmos que não recebemos todo o amor que precisávamos para nos sentir-mos bem, mas temos que o acolher conforme ele se nos revela.
É sempre um encanto ler-te.

beijinho e bom final de semana.


Enviado por Tópico
Conceição Bernardino
Publicado: 20/08/2010 22:36  Atualizado: 20/08/2010 22:36
Colaborador
Usuário desde: 22/08/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 3332
 Re: Aprendendo a Amar
olá ibernise,

como sempre praticas poesia com sabedoria, o teu soneto transparece muito do que ainda não entendesmos,

sabermo-nos diferentes e respeitarmos as mesmas.

beijinho


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 20/08/2010 22:37  Atualizado: 20/08/2010 22:37
 Re: Aprendendo a Amar
Somos todos aprendizes de amantes! O maior amor e' vivido por dois aprendizes, nao por dois mestres! Bonito soneto. Abraco carinhoso!