https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Espelhos do Tempo

 
Tags:  pausa    espelhos    ausencias    rumor    embriaga  
 
O rumor das ausências
visitando os espelhos do tempo
alimenta a sede do poema
embriaga o silêncio.

Estéreis acordes
já não convidam à dança
às festividades da alma
à emoção do acalanto,
e uma invasora saudade
arranha as entranhas das
possibilidades.

Melodia encerrada?

Não. A vida faz apenas
uma pausa
e crava nas folhagens dos fatos
as suas irretocáveis verdades.


do livro "Espelhos do Tempo"
1a edição - setembro/2010
 
Autor
Massari
Autor
 
Texto
Data
Leituras
801
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 15/09/2010 14:59  Atualizado: 15/09/2010 14:59
 Re: Espelhos do Tempo
Fez uma pausa, visitou "os espelhos do tempo" e regressou com a sua poesia, de saudade e nostalgia, que sempre gostei imenso de ler.

Bom regresso, Poeta.

Marialuz


Enviado por Tópico
eduardas
Publicado: 15/09/2010 20:46  Atualizado: 15/09/2010 20:46
Colaborador
Usuário desde: 19/10/2008
Localidade: Lisboa
Mensagens: 3731
 Re: Espelhos do Tempo p/Massari
Já tinha saudades!!!!
Parabéns pelo livro e por este poema onde os espelhos escondem por vezes a vida.

bj