https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

O preço do poema II

 
Tags:  preço    sinfonia    deslumbre    mietáforas    inefáveis  
 
Quanto nos cobra o poema:
- por uma sinfonia de metáforas
- por uma visitação à alma
- por um deslumbre de voos?

Ou desapegado da matéria
doa-nos, ele, complacente
as suas inefáveis asas?


O preço do poema, senhores,
é o poeta quem paga!
 
Autor
Massari
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1046
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.