https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Reflexão : 

DOR E TÉDIO

 
Tags:  verdade  
 
DOR E TÉDIO
 
“O tédio é a dissolução da dor no tempo”
(E. Junger)

No fim, que resulta
das coisas
que os homens,
inconseqüentes,
querem, à mão?

Pobres se amuam,
ricos bocejam,
morde-se o louco,
chora o ladrão.

Prende-se ao leito
de dor, contrafeito,
um artista, um juiz;
faz-se beata
a que foi meretriz...

Ninguém se realiza.
Ninguém chega ao topo.
Ninguém é feliz.



Sergio de Sersank
Visitem meu blog literário "Estado de Espírito"
http://sersank.blogspot.com

(Do livro "Estado de Espírito", de Sersank)

(Direitos autorais protegidos por lei. Proibida a reprodução sem citação da fonte e autoria)
 
Autor
Sergio de Sersank
 
Texto
Data
Leituras
1511
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
2
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 15/11/2010 02:27  Atualizado: 15/11/2010 02:27
 Re: DOR E TÉDIO
Adorei, muito bom este pensamento e a poesia.

Abraços

Enviado por Tópico
Sergio de Sersank
Publicado: 15/11/2010 02:34  Atualizado: 15/11/2010 02:34
Super Participativo
Usuário desde: 13/01/2010
Localidade: Londrina-PR BRasil
Mensagens: 159
 Re: DOR E TÉDIO
Obrigado, Aline!
Fico feliz por teres gostado do poema. Estarei visitando o teu blog e te convido a visitares tb o meu:
http://sersank.blogspot.com
("Estado de Espírito")