https://www.poetris.com/
 
Textos : 

Razão de poetar

 
Compor poesia para ti, é ascender com as palavras aos sublimes momentos que ligam meus sonhos á nossa realidade… é fazer uma recriação da persistência de meus pensamentos… dar razões ás alegorias que se me deparam como cintilantes estrelinhas povoando a minha racionalidade… é-me jubilar nas quimeras libidinosas, é possuir-te nas sílabas e nas entrelinhas glamourosas… é dar razão á existência dos sonhos e ultrapassar os limites que distancias e outras adversidades, implacavelmente nos foram impostas.
Fazer-te poesia, é aproximar-te de mim é te mergulhar em estrofes sensuais, é despertar para libido do vernáculo mais do que interditado, esquecer o mundo fora da minha mente, e deleitar-me em nosso infinito de ternura , lindo e explicito, inteligível em nós , erótico e insinuante, portanto; indecorosamente inebriante poderoso e revelador.
Tudo que te redijo, é como nos transmutarmos em pura arte e mergulhar-mos no profano-sagrado de nosso altar, reunindo em nós , Baco, Afrodite, Eros e Apolo sob comando de Ares, e ao cuidado do exímio Hermes, relegando da periferia de nossos infernos pessoais, e nos sentenciando á tremente volúpia, na indecência excelsa da carne e da alma que pulsa e que geme, que clama e que devora, que morde, que agarra e que explode por todos os nossos poros.
Fazer-te poesia é sonhar com as letrinhas de teu nome, dar vida ás palavras que fluem infatigáveis e desmistificadoras …eleger-te deusa de meu universo… é tencionar o Éden para além do paraíso de Afrodite, é demandar o Nirvana no fogo etéreo de Zeus que conjuga Vénus, Apolo entre todos os outros deuses para vir festejar, brindar, dançar entre os nossos ávidos entrelaces
Fazer-te poesia é permitirmo-nos possuir pelo prazer de sermos dois seres amantes na busca da osmose do amor e tão somente seres humanos imperfeitos, com nossos defeitos supremos, tudo assim em formato de beleza e de insanidade poética perfeita.
Fazer-te poesia é conceder nossos desejos mais secretos com absorvência delirante e gratificante, reactivar nossas emoções mais animais, nossas necessidades carnais humanas sem tabus, sem preconceitos, é aceitar o sentido do que seja a existência em si mesma.
Fazer-te poesia é agradecer pelos nossos pecados, pelas nossas luxúrias trespassadas, é concedermo-nos a prontidão para o perigo da paixão , da entrega e também das lágrimas e do sofrimento escrupulosamente administrado
Fazer poesia é entrega absoluta a mais pura alquimia que une os opostos complementares em harmonia contraditória idílica, com todos os sons e melodias, com todas as cores e subtilezas, com todas as loucuras e com todas as delicadezas postadas em acalentos e sobremesas.
Fazer poesia, é procurar-te avidamente e aceitar as sentenças, é ficar perplexo diante da beleza da conjunção estrelar que une poeta , poesia e minha musa inspiradora, minha Deusa Maior.
Para ti, amor…fazer-te poesia, é transpor o raciocínio da razão que ela própria desconhece… silenciosamente te perpetuar no indestrutível clamor dum poema e libertar os nossos gritos enclausurados.
Victor Rodriguez

 
Autor
JohndeVito
 
Texto
Data
Leituras
598
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 15/03/2011 23:10  Atualizado: 15/03/2011 23:10
 Re: Razão de poetar
*Nossa! Visceral, escrito das profundezas do desejo e do Amor.
Belíssima prosa!
Muito prazer, sou Karinna*
Abraços.