https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

SUPLICO A ESMO: VÃO VIVER

 
Tags:  fim    beco sem saída  
 


Gê Muniz

SUPLICO A ESMO: VÃO VIVER

desabotôo-me por dentro
para fechar-me por fora

exponho
meus ouros
meus cobres

(forjo outros metais destemperados)

oriundos das minas
mais profundas
do intestino delgado

cuspo meu orgulho
numa escarradeira cravejada
de brilhantes

entupo-me
de salmão com gosto
de mortadela azeitonada

o que sai em troca
com o meio-ambiente
são gases

gases hilariantes

- a regra do meu jogo
é estapear
os entes mais queridos

matar de beijos qualquer
não-parente
suficientemente odiável

só porque
todos eles
tem algo de tolerável

(são muito mal bem-educados) -

após
enrolo-me
com papel alumínio

(coloco-me em microondas)

um minuto é o suficiente
para esquentar os ânimos

queimo-me

dos cabelos loiramente mechados
até as amarelas unhas

sirvo-me
com talheres de prata
em desenhados pratos de papel

ávido e esfomeado,
rasgo-me
até a fina toalha de algodão egípcio

provoco
o tombo do raro vinho
em minha profunda garganta

- furada -

os bordôs
já não são como antes
(muito velhos para minha juventude)

sonhar com sucesso
é enfadonho mas real
(requer vastas goladas)

a sombra do sobrado
é replicantemente repleta
de luzes egoístas

o que coloca-me
em vantajosa
e amordaçada evidência

vivo morrendo
a cada palavra
por vencimento do prazo de validade

a água dos absurdos
atufa o leito licoroso
de meu valão sentimental

isso soa
como se fosse algo
veramente relevante

(o que de fato é)

ah, como estou empanturrado,
coberto de nada,
cheio de mensagem alguma...

o que
em tese
seria bom para todos

(menos para cada um por si só)

aguentem
: tempo se perde,
o ponteiro vai e não fica,
zomba,
caçoa

suplico a esmo
: acordem e vão viver
(a vida por si só é suficiente poesia)
 
Autor
GeMuniz
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1555
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
30 pontos
22
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
carolcarolina
Publicado: 11/03/2011 16:33  Atualizado: 11/03/2011 16:33
Colaborador
Usuário desde: 24/01/2010
Localidade: RS/Brasil
Mensagens: 9297
 Re: SUPLICO A ESMO: VÃO VIVER
Amigo Poeta
Gê!

Seria ótimo que a vida fosse poesia, não é mesmo poeta?
Tem gente que vive mesmo empanturrada de nada, vazia, dando valor ao que se perde e não dura.
Bela inspiração!
Gostei do poema!
Bjos
Carol


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 11/03/2011 16:34  Atualizado: 11/03/2011 16:36
 Re: SUPLICO A ESMO: VÃO VIVER
QUE TEXTO MEU AMIGO...LEMBRA UM CANTO TRISTE , DESENCANTADO E DESILUDIDO ( UM INSTANTE E TUDO ISSO JORRA).AQUI PRECISA-SE MORRER E RENASCER NA ALEGRIA, NO NOVO , NA ESPERANÇA DE TEMPOS MELHORES...QUEIMAR-SE NESTA FAÍSCA QUE É A VIDA NA ENORME ETERNIDADE DO NOSSO ANTES(NÃO-SER) E DO NOSSO DEPOIS(PÓS MORTE). VIVER É NECESSÁRIO E OBRIGATÓRIO (NÃO É CONTINGÊNCIA)MAS, PODE SER POESIA TAMBÉM...VIAJEI LEGAL,RSRS. ADOREI O TEXTO.
BJS,ALICE


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 11/03/2011 17:43  Atualizado: 11/03/2011 17:43
 Re: SUPLICO A ESMO: VÃO VIVER
Achei muito boa a sua mensagem que eu entendi assim:

Vão viver!

Não caiam no tédio do vazio
de apenas se empanturrarem
de coisas vãs...

Aproveitem a vida,
tenham sonhos...
a vida é bela
cheia de poesia!

Aproveitem cada minuto,
porque o tempo não volta!


Abraço com afeto

MÁRCIA ROSAS


Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 11/03/2011 20:32  Atualizado: 11/03/2011 20:32
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: SUPLICO A ESMO: VÃO VIVER
Interessante mais este poema,
um pouco ao estilo Vaniano. (Vânia)
Parabéns, Ge
Bj
Vóny Ferreira


Enviado por Tópico
Conceição Bernardino
Publicado: 11/03/2011 22:28  Atualizado: 11/03/2011 22:28
Colaborador
Usuário desde: 22/08/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 3332
 Re: SUPLICO A ESMO: VÃO VIVER
mais um poema para refletir nas artes e na vida...também na morte. muito bem escrito

beijo


Enviado por Tópico
MelMartins
Publicado: 12/03/2011 02:46  Atualizado: 12/03/2011 02:46
Colaborador
Usuário desde: 02/06/2010
Localidade:
Mensagens: 941
 Re: SUPLICO A ESMO: VÃO VIVERP/meu amigo Gê
Open in new window





Que assim seja meu amigo!

Que possamos mesmo acordar e viver, a vida seja no dia a dia seja em forma de poesia, pois nela tb cantamos e ditamos a vida.

Beijos e sempre a admirar-te e a contemplar o teu belíssimo trabalho.

Parabéns meu amigo.

Alice Barros
Open in new window


Enviado por Tópico
varenka
Publicado: 12/03/2011 03:43  Atualizado: 12/03/2011 03:43
Colaborador
Usuário desde: 10/12/2009
Localidade:
Mensagens: 4211
 Re: SUPLICO A ESMO: VÃO VIVER
Gê,

A poesia,as velhas lembarnças e emoções fazem parte da vida! Poema ao tei estilo,como vejo.

Mil beijos
Varenka


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 13/03/2011 01:11  Atualizado: 13/03/2011 01:11
 Re: SUPLICO A ESMO: VÃO VIVER
*GE_NIAL!
Beijos da Ka*


Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 13/03/2011 18:49  Atualizado: 13/03/2011 18:49
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15212
 Re: SUPLICO A ESMO: VÃO VIVER
Caraca! Aqui "tens as manhas"! Riqueza vocabular invejável, meu caro. Destreza na arte árdua no manejo e sentido das palavras. Artesão das letras e ourives de estrofes cristalinas como Bilac queria. Eternamente encantado com tua poderosa obra, Velhinho. Parabéns, amigão. Abraços meus qeu cheguem aí. Valeu, Gê!


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 13/03/2011 23:51  Atualizado: 13/03/2011 23:52
 Re: SUPLICO A ESMO: VÃO VIVER
aprendi que me empaturrando de poesia, conseguiria preencher muitos vazios. deu certo...

por isso curti o poema e suas frases.

"Vive-se sem arte, porém não se passa a vida a crescer como ser humano sem ela... Encarar a vida em sua poesia real também pode ser uma arte."

(vou vivendo)

abração amigo, poeta e parceiro Gê.



Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 14/03/2011 01:19  Atualizado: 14/03/2011 01:19
 Re: SUPLICO A ESMO: VÃO VIVER
Sabe, eu gosto muito desse teu jeito de escrever...

Beijos