Poemas : 

Maldito amor platônico!

 
Eu brinquei, disse que não queria
me fiz forte, e que nessa não cairia jamais.
Tolice dizer algo assim
todos sabem que ao desejarmos o contrário ele sim realiza-se.
Na primeira vez foi mágica
fiquei boba, me fiz alguém que jamais seria
e você entendeu assim!
Maldito amor platônico!
Fez me esquecer o verdadeiro
e agora o céu cai sobre mim.
Noutras vezes foi diferente
o assunto falhou...então agimos.
Fiz ser alguém que não sou
tudo pelo teu calor.
E você nem merece assim.
Maldito amor platônico!
Agora estou assim
pensando nesse maldito amor
desejando cada vez mais teu calor
desejando teu amor para mim.



Verônica Cecília Lopes

 
Autor
Cecilialopes
 
Texto
Data
Leituras
599
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.