https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Menina de seu nariz

 
Menina de seu nariz
Escolhe bem a calçada,
Pois no dia que escolhe
Nunca é a mais amada

E pode cair um dia,
De seu nariz equilibrado
Que um dia tremeu
Por dias bem piores!

Mesmo assim muda de rua
Para revirar a vista
Sem dar na vista
Denunciante
Que um dia a vendeu
Por trinta tostões
A um homem de bom olho...

Nos dias em que o sabe,
Veste fato domingueiro
Só por vestir,
Que sabe que olhar olhado
Não vai desistir
Por qualquer contratempo
Que um dia
O conseguiu impedir...

Quando um dia a virem
Mudar de rua, mudem também;
Não choquem com o ciume,
A parteira de ninguém.

 
Autor
AntonioCarvalho
 
Texto
Data
Leituras
590
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.