https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Introspecção : 

No fundo do poço

 
Tags:  AjAraujo    poeta humanista  
 
Bem lá,
no fundo,
do poço
velha cacimba,
do quintal da Lavoura
da minha infância.

Bem lá,
profundo,
no poço
velha corda
puxa água salobra
pro latão da estância

Parece
que ficaram
por lá
além do poço
muitas coisas
do tempo de moço

Parece
que restaram
por cá
depois do poço
poucas coisas
e muito alvoroço.

AjAraújo, o poeta humanista, escrito em 21/7/2011.
 
Autor
AjAraujo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
431
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.