https://www.poetris.com/
 
Prosas Poéticas : 

INSENSATO, TALVEZ.

 

Insensato, talvez,
Só o tempo nos dirá,
Aguardemos nossa vez,
Os fatos se constatarão,
Não há espaço pra indefinição,
Se te pareço assim estranho,
É porque somos diferentes,
Não comungamos dos mesmo sonhos,
Temos inversos temperamentos,
Eu me disfarço em sofrimento,
E tu se compraz em sentimentos,
Mas não fechamos num só querer,
Então, é fato, o rompimento.


Miguel Jacó

 
Autor
Migueljaco
 
Texto
Data
Leituras
1081
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
11 pontos
11
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
varenka
Publicado: 04/08/2011 00:19  Atualizado: 04/08/2011 00:19
Colaborador
Usuário desde: 10/12/2009
Localidade:
Mensagens: 4211
 Re: INSENSATO, TALVEZ.
Um recado direto com remetente....Gostei muito!Mil beijos.Varenka

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 04/08/2011 00:47  Atualizado: 04/08/2011 00:47
 Re: INSENSATO, TALVEZ.
*Lirismo firme e seguro.
É o que é e ponto final!rsrsrs
Aprecio a transparência da tua escrita.
Beijoka*

Enviado por Tópico
soldantas
Publicado: 04/08/2011 01:07  Atualizado: 04/08/2011 01:07
Participativo
Usuário desde: 11/05/2011
Localidade:
Mensagens: 20
 Re: INSENSATO, TALVEZ.
É, as vezes o rompimento é o que se precisa para seguir, por mais dificil que seja... É sempre nuito bom te ler! Bjs, querido! Muito obrigada pelo carinho de sempre! Sol

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 04/08/2011 01:49  Atualizado: 04/08/2011 01:49
 Re: INSENSATO, TALVEZ.
Cada um olha por óptica diferente! Miguel, parabéns pelo seu poema!

Enviado por Tópico
carmemoliveira
Publicado: 04/08/2011 02:24  Atualizado: 04/08/2011 02:24
Participativo
Usuário desde: 11/06/2011
Localidade: Tramandaí -Rs
Mensagens: 18
 Re: INSENSATO, TALVEZ.
LINDO POEMA............PARABÉNS....ABRAÇOS

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 04/08/2011 02:33  Atualizado: 04/08/2011 02:33
 Re: INSENSATO, TALVEZ.
Sem caminhar junto fica difícil, falta cumplicidade..., romper talvez seja a solução.
Abraço

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 04/08/2011 02:53  Atualizado: 04/08/2011 02:53
 Re: INSENSATO, TALVEZ.
chega o momento que cada um deve encontrar o seu melhor caminho; seja com a poesia..

ou com um samba; http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=169911

insentato? talvez!

mas eu gostei do recado via poema.rs

aquele abração carioca.

silveiradobrasil

Enviado por Tópico
Transversal
Publicado: 04/08/2011 05:08  Atualizado: 04/08/2011 05:08
Colaborador
Usuário desde: 02/01/2011
Localidade: Fortaleza - Lisboa
Mensagens: 3720
 Re: INSENSATO, TALVEZ.
e "porque somos diferentes"..."me disfarço em sofrimento"..."e tu...em sofrimentos"


Gostei

Abraço te

Enviado por Tópico
JBMendes
Publicado: 04/08/2011 13:59  Atualizado: 04/08/2011 13:59
Colaborador
Usuário desde: 13/02/2010
Localidade:
Mensagens: 5222
 Re: INSENSATO, TALVEZ.
Querido poeta Miguel jaco - Concordo com o argumento do seu insinuante e belo poema.
Um abração

JBMendes

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 04/08/2011 21:33  Atualizado: 04/08/2011 21:33
 Re: INSENSATO, TALVEZ.
Perfeito amigo poeta Miguel...
A emoção não tem memória nada registra, teu personagem o sabe. Só a razão sabe memorizar.Te aplaudo o bem colocado " talvez". Meus parabéns.

Abraços

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 24/03/2012 17:50  Atualizado: 24/03/2012 17:50
 Re: INSENSATO, TALVEZ.
Quando não fecham no mesmo querer, fica difícil...