https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Tristeza : 

A Pedra

 
Não vai ser uma pedra que passou em minha vida.
Que me derrubará
Sou Joana Darc a Guerreira, sou força ativa.
E a felicidade que venho buscar,
Ela me encontrará.

Estou na fornalha ardente,
O fogo todo me consome.
Sofro, pois sou humana, gente.
Mas as chamas fazem o meu nome.

O que agora é meu algoz;
Tornar-se-á uma marca, uma identidade.
Calada estando ouvirão minha voz;
E falarei para a humanidade.

Os covardes ainda existem
Ultrajam, açoitam, com crueldade!
Mas na verdade não vivem,
Pois pedras, lamas são seres inanimados.

Ficam parados.
Esperando alguém tropeçar.
E se deliciam com o sangue derramado
O prazer em ver o outro chorar...

Mas sou guerreira e mesmo com tristeza,
A pedra vou chutar.
E no caminho a certeza
Da felicidade vista ao longe, alcançar.

Joana Darc Brasil*
07/10/07
*Direitos Reservados


Edna Schneider Lemos

 
Autor
Edna Schneider Lemos
 
Texto
Data
Leituras
1540
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.