https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Poeta Noturno

 
Diante sua morada
minha amada, esqueço o mundo;
pois o mundo propriamente dito
se restringe ao alcance imediato
desta minha visão.

Durante minha estada
na calçada viro vagabundo
pois já não faço mais nada
a não ser olhar fundo
a tentar lhe enxergar através das paredes.

Diante da sua morada
minha amada
tornei-me poeta noturno
a contemplar e exaltar sua ausência
com o quem pensa exaltar e contemplar estrelas
em dias de chuva
e aguarda ansioso
um fortíssimo dia de sol
para adorar o mormaço da noite
cuja noite brilhará a estrela mais querida.


Aqui vou postar minhas poesias(+ ou - 500)regis
tradas no RJ(Bibl.Nacional desde1985.Distribuidas em 5 livros (de Cara Limpa);(Santa Lima deFrança);(Estrada e Asas);(Lágrimas do Céu)(Gato e Sapato)
"De Cara Limpa" foi publicado pelo clube de autore...

 
Autor
pedrovonosp
 
Texto
Data
Leituras
2074
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
JBMendes
Publicado: 19/08/2011 13:45  Atualizado: 19/08/2011 13:45
Colaborador
Usuário desde: 13/02/2010
Localidade:
Mensagens: 5222
 Re: Poeta Noturno
Caro poeta Pedrovonosp - Que paixão é essa que leva o ser a tentar ver través das paredes a pessoa amada. Que lindo!
Um abração JBMendes!