Poemas : 

O Poema do Poema

 
ser poeta é nascer de cabeça para cima
e sentir a vertigem a cada passo dado.
é reter subliminarmente um segundo diferente
e depois virar a página com a tinta ainda quente.

é ver nas estrelas terrores imensos
e nos contos de fadas finais inesperados:
um príncipe feio, um castelo desmoronado.

é sentir tudo e inventar o que falta cá dentro.
pelo meio dar um grito, só para se fazer notar.

montar o primeiro cavalo que passa,
de cabeça para baixo, e deixar-se escorregar.

- galopar! galopar! galopar!

sentir o andamento mais rápido
e o corpo a não aguentar. parar.

reler só mais uma vez.
assinar apenas se valer a pena.

se vês nele um sentido por dizer,
chama-lhe: o poema do poema.


http://www.meraspalavrasammc.blogspot.com

 
Autor
Breike
Autor
 
Texto
Data
Leituras
884
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.