https://www.poetris.com/

 
(1) 2 3 »
Offline
Breike
Sonho transatlântico
o mundo dos significados alinhados e cruzados é um cigarro mal batido de trago amargo. o encanto ...
Enviado por Breike
em 10/04/2013 01:05:00
Offline
Breike
raios me partam! [a velha bússola tinha bruxedo]
[ESTE] rodopiamos em torno de algo desconhecido e tentamos manter aquele sorriso, aquela calma: ...
Enviado por Breike
em 12/06/2012 17:45:49
Offline
Breike
gato preto
lembras-te de quando fingimos voar? o teu corpo mais propício a quedas e o meu, quebrado no chão,...
Enviado por Breike
em 28/12/2011 19:49:16
Offline
Breike
és as máquinas
pensei que se não visse não serias. mas tu és, em último caso, a sombra do meu timbre; tu és as m...
Enviado por Breike
em 28/12/2011 19:41:09
Offline
Breike
O Poema do Poema
ser poeta é nascer de cabeça para cima e sentir a vertigem a cada passo dado. é reter subliminarm...
Enviado por Breike
em 17/09/2011 23:12:14
Offline
Breike
FEIO, MAU E ESTÚPIDO
O meu passo é inconstante. Ora é rápido, ora é lento. Afasto-me das pessoas que vêm em direcção a...
Enviado por Breike
em 02/03/2011 18:53:49
Offline
Breike
IN VÁCUO
Imaginemos que durante um segundo eu serei total, serei mais do que matéria, do que eu, do que tu...
Enviado por Breike
em 13/02/2011 21:13:23
Offline
Breike
SOL E TEMPO
Na sala, eu vou ficando a ver fotografias antigas, em molduras coloridas desbotadas pelo tempo: m...
Enviado por Breike
em 06/02/2011 17:37:52
Offline
Breike
PROTÓTIPOS SERES
Há quem tenha na cara os olhos dos outros, cegos por olhos ainda mais antigos. Há quem tenha nas...
Enviado por Breike
em 03/02/2011 19:32:53
Offline
Breike
CÉLULAS
Corpos vazios de propósitos vivem, Comandos por suas células mortas. Sons esguios, estranhos, me ...
Enviado por Breike
em 11/01/2011 17:31:27
Offline
Breike
QUASE POEMA
Vozes perdem-se no vento O sentido passa e não volta A este segmento de tempo Em que o momento é...
Enviado por Breike
em 07/01/2011 20:01:08
Offline
Breike
PAI
Tenho uma palavra que não consigo nunca verbalizar, talvez por natureza minha ou por estranheza a...
Enviado por Breike
em 05/01/2011 17:30:15
Offline
Breike
MANHÃ
A noite foi difícil, atormentada talvez pelas turvas lembranças daquele dia. Aquele dia: esse dia...
Enviado por Breike
em 03/01/2011 18:27:07
Offline
Breike
PASSEIO COM O VIOLONCELO
Verifico se fechei a porta Mesmo antes de sair Hoje eu vou andar Mas não sei para onde ir A por...
Enviado por Breike
em 07/12/2010 22:03:38
Offline
Breike
PRINCÍPIO DA INSANIDADE
Enregeladas estão as mãos caídas pelo mundo No fundo as nossas medidas estavam erradas Porque ent...
Enviado por Breike
em 01/12/2010 17:53:14
Offline
Breike
O MURO
Para além deste muro Para além da tua compreensão Estou eu e esta nossa recordação Sentados escon...
Enviado por Breike
em 14/11/2010 16:48:34
Offline
Breike
CARTAS
Tantos são os caminhos em que me posso hoje perder Que acabo sempre ficando só para não ter de es...
Enviado por Breike
em 07/11/2010 17:20:50
Offline
Breike
NO DIA EM QUE JULIETA MORREU
No dia em que Julieta morreu Cedeu com ela e com seu corpo Uma alma consumida pela chaga Sobremes...
Enviado por Breike
em 01/11/2010 19:12:31
Offline
Breike
DEIXA-ME SÓ
Tem correntes que me levam Tem ventos que me trazem Sou desses barcos que navegam E que nunca enc...
Enviado por Breike
em 07/10/2010 22:15:06
Offline
Breike
ANNE
Fico tão confusa pela quantidade de coisas que tenho de considerar, que não sei se choro ou rio, ...
Enviado por Breike
em 12/09/2010 21:53:26
(1) 2 3 »