https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

a vaquinha

 
a baquinha era muito vonitinha
andaba a ver se limpaba o pé
escorregou na sanitinha
e partiu o dedo de escreber abé

mas juntou as mãos e assim rezaba
até que Deus a biu e teve peninha
deu-lhe um dedo nobo, é um piassava
hoje avusa dele, p'a fazer fitinha.

é da cor da rosa mas cheira mal
tem o cavo d'oiro feito pichibéque
inda há pouco andou por aí e tal
a fazer das suas, vateu e fez nhec

nhec nunc nhec nunc, nuuuunmmmccccc

 
Autor
gabrielas
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2266
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
9 pontos
9
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Conceição Bernardino
Publicado: 29/09/2011 17:14  Atualizado: 29/09/2011 17:14
Colaborador
Usuário desde: 22/08/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 3332
 Re: a vaquinha
gostei do teu poema, pelo sentido de humor e pela homenagem merecida à vaca, ainda que cheire a estrume.

muuuu





Enviado por Tópico
Conceição Bernardino
Publicado: 29/09/2011 21:12  Atualizado: 29/09/2011 21:12
Colaborador
Usuário desde: 22/08/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 3332
 Re: a vaquinha
ó realmente quem a biu e quem a bê, o que os espelhos provocam...coitadinha da vaca, já fez um peeling mas pelos vistos correu-lhe mal, rssssssss

tás a ver gabrielas o que tu arranjas e a agora quem vai pagar à vaca a despesa da clínica?...ò, rsssss


Enviado por Tópico
gabrielas
Publicado: 01/10/2011 09:43  Atualizado: 01/10/2011 09:43
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2010
Localidade:
Mensagens: 548
 Re: a vaquinha
hummm eu adoro-me, beijinhos para mim, só para mim lol