https://www.poetris.com/
 
Crónicas : 

TAÇA DE CRISTAL

 
TAÇA DE CRISTAL

O perfune que exala de seu corpo,
O néctar que sugo dos seus lábios,
É como saborear o melhor vinho,
Em uma taça de cristal ,
Ao lado de uma lareira,ouvindo
A Nona Sinfonia de BEETHOVEN.
NEIDA MAGNAGO

 
Autor
neida magnago
 
Texto
Data
Leituras
856
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.