Poemas : 

Djuntadu

 
Nu djunta dos, nu bira um;

Dos alma, um kretxeu

Pamodi dos ka mas ki um;

Si na dos vontadi um amor é txeu


Jardim kudadu tem flor bunitu

Nos amor, mas ki ninhum

Si Deus dexanu ti infinitu

Infinitu...na nos amor e um;


Na nos nobu, djuntu nu kria

Parti tristeza, y tudu aligria

Rais finkadu, ka mom maradu

Nem aza ki dja kortadu


Nu djunta dos, ma nos amor é um

Raiz finkadu é bentu tadjadu

Nos amor, é sima ninhum.

Poema em crioulo cabo-verdiano dedicado á minha esposa.
 
Autor
spencermonteiro
 
Texto
Data
Leituras
34641
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
RoqueSilveira
Publicado: 16/11/2011 18:23  Atualizado: 16/11/2011 18:23
Membro de honra
Usuário desde: 31/03/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 8110
 Re: Djuntadu
Não percebi quase nada mas gostei muito ehehe
Quando estive em Cabo Verde fiz lá amigos que me ensinaram um bocadinho mas já esqueci.
Tudo gente muito simpática.
(traduz lá isto pá )


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 16/11/2011 18:40  Atualizado: 16/11/2011 18:40
 Re: Djuntadu - Para Gerson
Não entendi, mas dá pra ter uma idéia do que algumas coisas querem dizer, como a parte do jardim, por exemplo... Eu entendi algo como "jardim cuidado tem flor bonita", etc...

Enfim, arte não é pra entender, é pra sentir, já disseram uma vez.


Abraço em você, Gerson