https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Dia odiável

 
Dia odiável
 
Sento-me entre as relvas
E começo a chorar
Mil lágrimas saem de meu rosto
E me jogo entre as brasas da solidão

Que começam queimando minha pele
Até chegar ao coração,
A parte mais dolorida

Que queima devagar ,
Aumentando o sofrimento
Até que uma hora
O coração não aguenta

Para de bater
E morro afogada nas boas lembranças
Sentindo saudades daquilo tudo
Tenho vontade de voltar no tempo

Mas não é possível
E continuo triste e pensativa
Sem poder fazer nada
Então acabo minha vida

Penso que minha vida não presta
Desisto de tudo
De aprender e tentar,
De tentar recomeçar

Perco pessoas queridas,
E então sim
Percebo que quem estava errada,
Era eu.

Ontem meu dia foi igual a o que acontece no poema.
 
Autor
Aninha_
Autor
 
Texto
Data
Leituras
522
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Felisbela
Publicado: 22/11/2011 22:42  Atualizado: 22/11/2011 22:42
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2011
Localidade:
Mensagens: 2207
 Re: Dia odiável Para Aninha
Que poema triste, querida Aninha!
Porém, bem escrito e com uma cadência agradável!
Há sempre uma coisa boa e uma luz ao fundo do túnel! Não perca a esperança!
Beijinho
Felisbela


Enviado por Tópico
annay
Publicado: 22/11/2011 23:17  Atualizado: 22/11/2011 23:17
Colaborador
Usuário desde: 10/05/2011
Localidade:
Mensagens: 1350
 Re: Dia odiável
tristemente lindo este poema.nunca percamos a esperança..
abraço :)