https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Introspecção : 

ECOS DUM SILÊNCIO

 
Um dia, o fantasma me assombrou
Repetindo “Quem és?” “Quem és?”
Quem sou? Quem sou?
Só sei ser alma da cabeça aos pés

Sou o eco dum silêncio
Que grita (pro)fundo bem alto
Quem sou? Quem sou?
Se o ar me sufocou
Se me cubro de asfalto

Sou poço de gaguez temida
Entre angústia das horas vagas
Sou a lacuna breve sofrida
Do que escrevo atrás do que apagas

Sou saturação em estado líquido
Que das gotas alimento a gula
Sou corpo ausente dolorido
Se em falta tenho a medula

Sou vento moribundo que passa
Que tem fome alastrada pela traça
Sou os contornos baços da tempestade
Quem sou? Quem sou?
Um dia, o fantasma me assombrou
Sem querer, disse-lhe a verdade!

22.11.11


O MEU BLOG EM:
http://sempapelecanetacomalmaecoracao.blogspot.com


Quem quiser adquirir o meu primeiro livro de poesia é só entrar em contato comigo por aqui ou por email: jeneves17@gmail.com ou ainda, através da Chiado Editora

Obrigada,

Jessica Neves *

:)

 
Autor
jessicaseventeen
 
Texto
Data
Leituras
769
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
7 pontos
7
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Felisbela
Publicado: 24/11/2011 23:22  Atualizado: 24/11/2011 23:22
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2011
Localidade:
Mensagens: 2207
 Re: ECOS DUM SILÊNCIO PaRA jessicaseventeen
Muito belo o seu poema!
Adorei ler...será que alguma vez sabemos quem somos? Vou ficar a pensar...rsrsrs
Beijinho
Felisbela

Enviado por Tópico
Mariaa
Publicado: 25/11/2011 00:06  Atualizado: 25/11/2011 00:06
Colaborador
Usuário desde: 23/08/2009
Localidade: Braga
Mensagens: 2621
 Re: ECOS DUM SILÊNCIO
Eu sei quem tu és menina,
uma alma boa e cristalina
em busca da identidade
e do eco da felicidade...

E vais conseguir achar
o teu lugar neste mundo
com o amor a te comandar
atrás do desígnio profundo!

Eu também não sei quem sou
mas por aqui rimando vou
e a ti e aos outros me dou
e uma ferida na alma sarou!

Bem sabes que sou tua fã
e amiga de coração, vero.
E amanhã novo poético afã
com nosso sentir sincero!

BEIJOS E ABRAÇOS SIDERAIS
DA AMIGA AO INTEIRO DISPOR,
Maria«*+*» «*+*»

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 25/11/2011 00:14  Atualizado: 25/11/2011 00:14
 Re: ECOS DUM SILÊNCIO
Uma belíssima introspecção. Imagens encantadoras neste caminho de perguntas e respostas. Parabéns pela inspiração querida Jessica.

Bjs,ALICE

Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 25/11/2011 00:44  Atualizado: 25/11/2011 00:44
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9285
 Re: ECOS DUM SILÊNCIO
Boa noite Jéssica,
Seus versos narram uma personagem inserida no contexto universal, e se fazendo participativa em todas as formas de manifestação vital da nossa materialidade, meus parabens pelo seu instigante poema, MJ.

Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 27/11/2011 00:22  Atualizado: 27/11/2011 00:22
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11186
 Re: ECOS DUM SILÊNCIO
Jessica,
Minha querida. A cada dia reitero o que disse logo que te li de início. És excelente.
Beijinho
Nanda

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 06/12/2011 11:02  Atualizado: 06/12/2011 11:02
 Re: ECOS DUM SILÊNCIO
E assim, os fantasmas de sempre em sempre vem nos assombrar com perguntas capciosas.
Quem és, quem és...

Muito bom

Abraços - Pedro

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 27/06/2012 01:42  Atualizado: 27/06/2012 01:42
 Re: ECOS DUM SILÊNCIO
E sempre temos mais perguntas que respostas.
Gostei demais da leitura.