https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

EU NÃO ME PERTENÇO...

 
EU NÃO ME PERTENÇO...
 





As ruas alargam-se....
A menina que brincava
nas nuvens, entrega-se
à escuridão.
Negror de meu olhar

Eu não me pertenço...
Um pêndulo insiste
na esquerda, é o
descompasso do meu
pequeno coração


Não me casarei com falsas
ilusões,
nem vestirei o dourado
pano de um novo dia

Eu não me pertenço...
Deixei tudo que havia
de bom nas bermas.
Nos descaminhos perdi
a tal esperança


E já não me pertenço
minha alma disse-me
adeus e se foi nas ruas
que se alargam...


"A vida de um poeta é como uma flauta na qual Deus entoa sempre melodias novas." (Rabindranath Tagore)
Open in new window

http://taniamarapoesias.blogspot.com


 
Autor
Tânia Mara Camargo
 
Texto
Data
Leituras
2088
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
2
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 02/12/2011 15:06  Atualizado: 02/12/2011 15:06
 Re: EU NÃO ME PERTENÇO...
Bela inspiração poética. Uma introspecção profunda . A alma pode ler e reler as emoções,pois é a mater de todas. Parabéns.

Abraços

Enviado por Tópico
Jairo Nunes Bezerra
Publicado: 02/12/2011 15:42  Atualizado: 02/12/2011 15:42
Colaborador
Usuário desde: 12/09/2007
Localidade:
Mensagens: 3278
 Re: EU NÃO ME PERTENÇO.. P/Tânia Mara Camargi
Querida, é isso mesmo. O desabafo do poeta é sempre relacionado a uma
situação que atua na sua maneira de viver. Isso você sabe fazer muito
bem, daí o seu belo poema. Regresse aos seus poemas convincentes.
Beijos, Jairo