https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Aurora, mulher doce

 
Tags:  23/07/2008  
 
A noite está alta
mordida de agoiros e augurios
enquanto se dorme a falta
numa calma fresca e justa.

Fogem, os vivos e os martírios,
ambos coxos de ferrugem
por almas húmidas de letargia
e deita-se a coragem
amolecida por laivos de magia.

A noite está mesmo alta
e já a querer-se sumir
enquanto se veste a névoa cerrada
de cacimba nua e perfumada.

A aurora é mulher doce
que beija a cara ao nascimento.

Valdevinoxis


Nas troikas não há camaradas e da camaradagem não nascem troikas.


 
Autor
Valdevinoxis
 
Texto
Data
Leituras
520
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
varenka
Publicado: 26/01/2012 22:13  Atualizado: 26/01/2012 22:13
Colaborador
Usuário desde: 10/12/2009
Localidade:
Mensagens: 4211
 Re: Aurora, mulher doce
Belo demais!Amei!Bjs.Varenka