https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Tristeza : 

Como máquinas

 
Tags:  olhos    sem        matar    mÁquinas    miramos    atiramos  
 
Como máquinas
 
Como máquinas,
Abrimos escotilhas,
Miramos e atiramos,
Matamos!

Para quê maquinas?
Para quê matar?

Sem dó,
Atiramos numa criança
Como quem estripa
Uma cascavel.

Fechando os olhos,
Calculamos o desespero
Daquele pobre defunto.

Como máquinas,
Sem dó,
Sem alma,
Sem coração...


FS

 
Autor
Spranger
Autor
 
Texto
Data
Leituras
769
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 19/06/2012 12:24  Atualizado: 19/06/2012 12:24
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29310
 Re: Como máquinas
Um maravilhoso poema, belo