https://www.poetris.com/

 
(1) 2 »
Textos deste autor
Offline
lsterreza
COMO PODERIA ESQUECER UM POETA MENINO?___ANSILGUS: I´M LOVE YOU
Quem ama não desaparece, não abandona. Meus Amigos , são como flores do deserto, as mais ra...
Enviado por lsterreza
em 23/04/2017 19:49:01
Textos deste autor
Offline
lsterreza
Caminhos: Cheiros de Brumas, ão Por do Sol.
[i] Coração flamejante, enquanto o vento beijava a face. Senti a vida e meu ser, livre, como ...
Enviado por lsterreza
em 20/02/2017 21:38:23
Textos deste autor
Offline
Studio41
TEXTO COM FADO
FALTA DE O QUE ESCREVER SAMBA DE DUAS NOTAS SÓ, EM DÓ MAIOR E SOMBRA EM DOR MENOR. ENTRE O RÉ ...
Enviado por Studio41
em 23/01/2015 04:05:33
Textos deste autor
Offline
Carlos Ricardo
Mas por que triste razão
Por que triste razão Estais feliz E eu não? A minha música Cessou E eu Sinto dó Por não ser F...
Enviado por Carlos Ricardo
em 02/12/2012 22:06:47
Textos deste autor
Offline
Spranger
Como máquinas
Como máquinas, Abrimos escotilhas, Miramos e atiramos, Matamos! Para quê maquinas? Para quê mata...
Enviado por Spranger
em 19/06/2012 04:08:16
Textos deste autor
Offline
anakosby
Pobre velho
Viveu sem crer morreu sem poder sem lágrima para chorar foi o enterro mais seco que já ouviu-...
Enviado por anakosby
em 28/09/2010 13:43:19
Textos deste autor
Offline
João Marino Delize
Notas
Notas O sustenido da primeira nota, dó Tem o mesmo som do bemol de ré As duas valem por uma not...
Enviado por João Marino Delize
em 22/05/2010 01:45:34
Textos deste autor
Offline
rosafogo
Sou Poeta sim porque não?
SOU POETA SIM PORQUE NÃO? Levanto um muro e fico só? Tanto que poderia dizer-te! Mas de mim não ...
Enviado por rosafogo
em 01/03/2010 17:31:41
Textos deste autor
Offline
Esther
Às quatro estações do amor
<p style="text-align: left;"><img src="http://api.ning.com/files/9BIL5uZ7...
Enviado por Esther
em 01/09/2009 15:30:47
Textos deste autor
Offline
Ivaldo
Sem nado
Nestes dias estamos vendo Uma vergonha completa A casa que nos representa Anda em sinal de alerta...
Enviado por Ivaldo
em 26/08/2009 16:30:12
Textos deste autor
Offline
rosafogo
O meu poema
Um poema é o espelho da alma! Um céu onde se sonha e não se quer sair, Onde a vida, borda à mão c...
Enviado por rosafogo
em 11/08/2009 09:59:40
Textos deste autor
Offline
poetamaldito
São penas
Os queixumes do poeta, são penas Que o vento teimoso não leva , não Tão leves, tão brancas , tão...
Enviado por poetamaldito
em 25/05/2009 15:24:32
Textos deste autor
Offline
Ivaldo
Brincando com números
Um número de três algarismos Repetido na horizontal Dividindo ele por treze Dá um resultado legal...
Enviado por Ivaldo
em 11/05/2009 19:44:42
Textos deste autor
Offline
Islo-Nantes
O HOMEM DO CORACAO DE PEDRA
O HOMEM DO CORACAO DE PEDRA (Luiz Islo Nantes Teixeira/Carolina Teixeira) Havia um homem muito ...
Enviado por Islo-Nantes
em 18/03/2008 20:44:28
Textos deste autor
Offline
SALETI HARTMANN
A MANSIDÃO DA CANGA
A MANSIDÃO DA CANGA (Somos deuses, ou somos como bois na canga, para não destruir tudo ao nosso r...
Enviado por SALETI HARTMANN
em 18/02/2008 19:34:37
Textos deste autor
Offline
jessé barbosa de oli
METALETICOSFERA
METALETICO...
em 02/02/2008 12:00:46
Textos deste autor
Offline
jessé barbosa de oli
VENTANIA ABSTRATA
VENTANIA ABSTRATA ( A Gilberto...
em 31/01/2008 17:58:59
Textos deste autor
Offline
Diogommalves
Amiga do esquecimento
Sentada no cadeirão de madeira com o cheiro a lavado, encontrava-se recostada. Esperava, como que...
Enviado por Diogommalves
em 22/01/2008 23:37:17
Textos deste autor
Offline
krystyna77
Deixei-te para trás... Sem Dó, Nem Piedade...
Sem dó, nem piedade… Deixei-te para trás… Sem dó, nem piedade… Não quero o que me dás… Sem dó, ne...
Enviado por krystyna77
em 24/11/2007 19:38:51
Textos deste autor
Offline
Fleur
Dormir Em Ti Na Voz do Amor
Faz silêncio que estou a dormir em ti. Deixa-me aconchegar nos pedacinhos da tua pele que ainda ...
Enviado por Fleur
em 25/10/2007 19:17:31
(1) 2 »