https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Meu tio inglês

 
.



meu tio inglês morreu a semana passada
- dizem que era velho como a Invencível Armada –
e na conversa citava Diógenes e Séneca.

três fortunas gastou nos clubs e dancings londrinos
- dizem que tomava rapé e usava colarinhos finos –
e na conversa citava Diógenes e Séneca.

privou com a rainha (a única mulher a quem obedeceu)
- dizem que a única família de quem gostava era eu –
e na conversa citava Diógenes e Séneca.

deixou-me uma caixa de charutos e um humidificador
- dizem que o resto deixou a uma bailarina por amor –
e na conversa citava Diógenes e Séneca.

meu tio inglês morreu a semana passada
privou com a rainha (a única mulher a quem obedeceu)
era velho como a Invencível Armada
a única família de quem gostava era eu
três fortunas gastou nos clubs e dancings londrinos
deixou-me uma caixa de charutos e um humidificador
tomava rapé e usava colarinhos finos
deixou o resto a uma bailarina por amor

e na conversa citava Diógenes e Séneca.




.

 
Autor
MarioRevisited
 
Texto
Data
Leituras
464
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.