https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

MINHA CACHAÇA

 
Tags:  paixão    cachaça    bebedeira  
 
MINHA CACHAÇA
 
Minha cachaça


Elen de Moraes Kochman

Um dia você chegou
Assim... saído do nada...
Desejo se embriagou,
No meu corpo fez morada!

Eu que não tive paixão,
Só vivia o dia a dia...
Desde então minha razão
Só quer sua companhia!

Sem você vida é sem brilho!
Perde excitação e cor...
Tudo vira empecilho
Pra que ela tenha sabor.

Você é ardente cachaça,
Bebedeira que não passa!


Open in new window

 
Autor
elendemoraes
 
Texto
Data
Leituras
1439
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Sterea
Publicado: 07/11/2012 11:28  Atualizado: 07/11/2012 11:28
Colaborador
Usuário desde: 20/05/2008
Localidade: Porto
Mensagens: 3397
 Re: MINHA CACHAÇA
Hummm...

Bebedeira de cachaça...
(tem-me tento, cabecinha!),
por gosto e por pirraça,
quero essa também minha.




Bêjo, borboleta.


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 13/04/2013 23:08  Atualizado: 13/04/2013 23:08
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12513
 Re: MINHA CACHAÇA
Que versos engraçados.
Sim senhora, achei graça,
cuidado que abrasa muito
essa coisa da...Cachaça!

Abraço. Vólena