https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

SORTE CERTA

 
Tags:  amor    sorte  
 
SORTE CERTA

O amor é um trevo de quatro folhas
Que brota raro num imenso jardim
Não depende de rega nem de escolha
Já estava em você, já estava em mim.

Ao sol e à chuva e com ventos sem fim
Surge como uma dádiva do Universo que olha
E com a leveza do talco, a firmeza do marfim
Eleva-se e resplandece, assim, como uma bolha.

E quase secando o que sempre molha
O amor é uma sensação de frio em Maruim
É estranho por dentro, pipocar de uma rolha
Mas Divino quando tiro uma pétala de ti, de mim, de ti.

 
Autor
AntonioRoqueRocha
 
Texto
Data
Leituras
384
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 17/08/2012 22:05  Atualizado: 17/08/2012 22:05
 Re: SORTE CERTA
Bonita forma de retratar o amor, a começar pelo trevo de quatro folhas... "SORTE CERTA"

Abraços
Luzia