https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Enquanto Corpo

 
Tortura-me,
Atormenta-me.
Fira esta carcaça, mas não atine minha alma,
Aguento teu martírio enquanto corpo.

E suplico, não mexa com meu âmago.
Não ouse utilizar palavras.
Não olhe nos meus olhos.
Não insira o que não quero absorver.
Não pinte o que não desejo retratar.
Não mostre a verdade oculta.

Não almejo um vão sentimento,
Tudo isso para mim, é tormento,
Muito frágil, não aguento!
Pois, em ti, idealizei meu julgamento.

 
Autor
APScheffer
 
Texto
Data
Leituras
734
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
belarose
Publicado: 21/10/2012 17:26  Atualizado: 21/10/2012 17:26
Colaborador
Usuário desde: 28/10/2010
Localidade:
Mensagens: 9026
 Re: Enquanto Corpo
Boa tarde APScheffe!

Quando se mexe com a alma e os sentimentos a coisa fica séria!

Parabéns pela bela e sentida poesia!

Beijos


Enviado por Tópico
Edykyron
Publicado: 25/11/2012 17:21  Atualizado: 25/11/2012 17:21
Colaborador
Usuário desde: 15/11/2012
Localidade: São Paulo, Brasil
Mensagens: 767
 Re: Enquanto Corpo
Belo texto !!
um versejar bem feito, parabéns.

abraço..

by Edi