https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

ama(s)se tintas no som dos dedos

 


bateram toques
e de cinzentos
esbateram se na tela do som
oclusivo
bilabial

ah se fosse no futuro
onde trocamos
palavras
no mesmo hausto
em que nos enlaçaremos
nas cores
quentes do nosso sangue

amarias o baque dos corpos
tamborilando tintas
e vivas
na tez da pele(?)


 
Autor
uersus
Autor
 
Texto
Data
Leituras
828
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
4
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 17/11/2012 01:31  Atualizado: 17/11/2012 01:31
 Re: ama(s)se tintas no som dos dedos
[Belo...!]

ama-se o Belo
que não conhece o tempo
e que dele sai vencedor

e sem tempo
que interessa o amanhã(?)

que seja
no presente
enquanto se quer

e
se se deseja
e se cala
que venha o tempo
ainda que mudo
ainda que sem cor

que ficar
é assinar o amanhã

... levo-o

Bjs em Sorriso


Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 17/11/2012 01:58  Atualizado: 17/11/2012 01:58
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16193
 Re: ama(s)se tintas no som dos dedos
Lindo e inspirado poema! Também ficou linda a interação de Alma!
Parabéns! Gostei bastante! Bjos!