https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Despertar dos Sonhos

 
Despertado pelo fim da noite
Sonhos que ainda bem vivos
Diluem-se pela luz do amanhecer
Apagam-se pelo desligar da hora
Como uma lâmpada que se queima
Um grito de ida sem o eco da volta
Em desarmonia ao alarme do tempo
Realidade que acorda, a cor que chora
O apetite que sobrevive na vontade
Perpetuado na fantasia, e que silencia
A formatura da conquista não vestida
Pela face do destino em que o presente
Já se encontra ao fim do entardecer.


Murilo Celani Servo

 
Autor
murilocs
Autor
 
Texto
Data
Leituras
683
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Branca
Publicado: 07/01/2013 12:57  Atualizado: 07/01/2013 12:57
Colaborador
Usuário desde: 05/05/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 2988
 Re: Despertar dos Sonhos
Os sonhos muitas vezes são como a bruma da manhã, desfalecem-se pelo caminhar das horas.
Gostei muito.
Bj.
Branca