https://www.poetris.com/
 
Contos : 

Boca da Noite

 
Tags:  noite    conto    terror    temor    betha mendonça  
 
Boca da Noite
by Betha Mendonça

Desde a infância não gostava da noite. Quando no finalzinho da tarde o sol começava a bocejar e espreguiçar os seus últimos raios ao horizonte, uma estanha melancolia inundava-lhe todos os espaços. Tinha presságios. Frios percorriam seu corpo e uma mão forte lhe apertava o coração. Procurava ocupar-se o mais que podia para que chegasse à hora de tomar seu sonífero e só acordar com o raiar do dia. Essa assustadora sensação tolhia sua vida: não freqüentava lugar algum no período noturno. No fundo de seu conturbado ser sabia que algo terrível e irreversível lhe aconteceria se saísse de casa ao anoitecer.

A família e os amigos inconformados com essa situação insistiam que ela devia sair e enfrentar seus temores. Que seu medo era irracional. E nada era tão diferente pela simples ausência da luz do sol: havia o brilho do luar ou das estrelas e que mesmo sem eles; a noite era agradável, com temperaturas mais amenas... Tanto falaram que ela resolveu: no cair da tarde iria sair.

Quando o sol começou a se despedir, ela e um grupo enorme de amigos e familiares excitados - entre vozes alegres e risadas - caminharam para a margem do rio e desfrutaram do mais magnífico por do sol. Diante da mágica daquele momento distraíram-se em conversas e histórias até que ficou tarde e muito escuro o céu... As pessoas se deram conta que já não enxergavam umas as outras e andavam as cegas tentando encontrar-se. E as vozes foram ficando cada vez mais distantes até que cada qual escutava apenas seu próprio pensamento. Fora de si tudo eram silêncio e escuro. O inimaginável aconteceu: todos foram engolidos pela boca da noite.
 
Autor
Betha Mendonça
 
Texto
Data
Leituras
1410
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
8 pontos
8
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 12/03/2013 08:23  Atualizado: 12/03/2013 08:23
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: Boca da Noite
A noite e os seus fantasmas
quando a cama que nos acolhe
é para remoer insónias...

Betha gostei muito deste pequeno conto,
criativo, bem escrito, e dando-nos a possibilidade
de percorrer a fantasia do autor em nosso próprio
proveito.
Beijinho. Tem um dia feliz! VF


Enviado por Tópico
GabrielaSal
Publicado: 12/03/2013 10:00  Atualizado: 12/03/2013 10:00
Colaborador
Usuário desde: 19/01/2013
Localidade:
Mensagens: 793
 Re: Boca da Noite
Bonito este conto.
Como seria na vida real, Betha, se as pessoas nao pudessem
enxergar, e se guiassem pelas vozes distantes, ouvindo seus
próprios pensamentos? ou os verdadeiros sentimentos?
"nada e diferente pela simples ausência da luz do sol"...
Gostei imenso disso!

.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•`*´ Gabi


Enviado por Tópico
sommerville
Publicado: 12/03/2013 12:20  Atualizado: 12/03/2013 12:20
Colaborador
Usuário desde: 21/08/2011
Localidade: Porto, Portugal
Mensagens: 1004
 Re: Boca da Noite - Betha
Betha:

Não sei porque razão,mas vaijei até 1984,o livro de GeorgeOrwell:"Quem controla o passado dirige o futuro. Quem dirige o futuro conquista o passado."
Temo,de há muito,que estejamos muito próximos de ser engolidos pelos "Novos Senhores Feudais"... e , essa , poderá ser a noite mais terrível e assustadora.
Gostei muito.

Bjs


Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 13/03/2013 01:55  Atualizado: 13/03/2013 01:55
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: Boca da Noite
é como voar no interior de dentro... Gostei imenso
desse conto. bjs e obrigada