https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Paixão : 

Areia escaldante

 

Fazem-se tardias as noites do meu cansaço,
anseio-me na acalmia dos luares
das cálidas primaveras,
quando os meus pensamentos se libertam
das amarras de emoções esmorecidas
pelas saudades que me acutilam o sentir!

Fragrâncias de maresia das águas brilhantes
deste mar, invadem-me o peito,
fazem-me suspirar,
ao recordar aquela tarde
de sol escaldante,
que nos magnetizava
no ardor da nossa paixão,
onde foste entrega de ti
no enlevo do amor de mim,
sobre a areia ardente,
amenizada pela sombra
das longas folhas do coqueiro,
acariciados pela suave brisa,
confidente dos nossos murmúrios!

Invento na minha solidão
um outro escaldante sol,
de ardente areia,
que me faça reviver
o amor em ti,
na entrega de mim.

José Carlos Moutinho

 
Autor
zemoutinho
 
Texto
Data
Leituras
611
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 17/04/2013 17:35  Atualizado: 17/04/2013 17:35
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 15994
 Re: Areia escaldante
Poeta Zé Moutinho
Belíssimo poema! Leitura apaixonante!
Parabéns!
Beijos!
Janna