https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Desabafo

 
 
Vai por fim, a todas as manhãs
meiga mãe dos homens
tirar do peito imensa magoa
que só teu amor apaga
e da boca terrível a fome
que engole o próprio homem.

Em uma tristeza profunda
de todas as feridas que existem
o vazio que a alma inunda
que entoa na noite tão triste
e enche os olhos de lagrimas.


Na sombra da árvore da vida
que teve em breves momentos
o renascer na terra, da lama
a dor da eterna partida
o amor que a alma reclama.

E nestes últimos dias
o ódio as guerras o terror
grassaram na alma dos homens
tiraram a sua alegria
e neste resto de dias
o amor.

Alexandre Montalvan


 
Autor
montalvan
Autor
 
Texto
Data
Leituras
757
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 16/05/2013 03:51  Atualizado: 16/05/2013 03:51
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29355
 Re: Desabafo
UM LINDO POEMA, PALAVRAS VINDO DA ALMA

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 28/08/2013 17:35  Atualizado: 28/08/2013 17:35
 Re: Desabafo
Bonito poema, atual, verdadeiro
e oportuno.
Gostei.