https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

A beleza de tudo

 
Não se medem versos nem também
Tudo que faz fé na razão
Dê-se aos filhos deste chão
Um atributo mais além

Em fontes ainda funcionais
Não engana a frescura a saúde
O moderno escuta o alaúde
Com cúmplices amores desiguais

"Gosto disto" diz o povo
"Sempre em voga" escreve a crítica
E a tecnologia estremece

Nacionalizar a Colombo seu ovo
Narrar a cartilha mítica
Tudo é bom e apodrece!

 
Autor
fcsguimaraes
 
Texto
Data
Leituras
575
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.