https://www.poetris.com/

 
(1) 2 3 4 ... 6 »
Offline
fcsguimaraes
Salvo-conduto lírico
Rodopiante solidão que não esperas Pela luz amiga da alvorada Vertiginoso arrepio das esferas Sin...
Enviado por fcsguimaraes
em 17/12/2023 17:22:01
Offline
fcsguimaraes
Vida
Ainda se aguarda a redentora hora Princípio novo sem um fim sentido E amanhece um desenlace de au...
Enviado por fcsguimaraes
em 20/12/2022 00:25:25
Offline
fcsguimaraes
Turfa
Encontrei na mão um pedaço de turfa E lembrei-me de azáleas e de futuros Frescos nas pontas dos d...
Enviado por fcsguimaraes
em 06/12/2016 14:20:53
Offline
fcsguimaraes
Amo-te
Quero que saibas Que o mundo não é sincero E os poemas sobre rios e fontes sendo lindos Não atin...
Enviado por fcsguimaraes
em 12/08/2016 17:18:06
Offline
fcsguimaraes
É menos difícil ser flor
Até toda a flor velha que o tempo despreza Poderá um dia resgatar do jarro a sua beleza E com o a...
Enviado por fcsguimaraes
em 19/04/2016 15:38:57
Offline
fcsguimaraes
Reflexo contrito
A força de certas canções Está no beijo que se dá Ao ar que tudo promete Na frescura da manhã On...
Enviado por fcsguimaraes
em 20/01/2016 23:29:06
Offline
fcsguimaraes
Tríptico: o fim da razão
I Crimes de sangue traçaram esta fronteira Que todos os mapas do mundo atestam E contudo nesta ...
Enviado por fcsguimaraes
em 09/11/2015 11:49:15
Offline
fcsguimaraes
Não sei o que dizer
Terei sido eu que perdi quando me disseste adeus? Na gula da praia pisavas já o vómito das marés ...
Enviado por fcsguimaraes
em 19/04/2015 21:12:20
Offline
fcsguimaraes
Um deus não pode crer
Quadrado frio, gosto austero do traço Foi bem possível reduzir o júbilo a quatro segmentos Median...
Enviado por fcsguimaraes
em 02/04/2015 15:55:13
Offline
fcsguimaraes
Agulha no palheiro
Acabaram-se as ideias feitas sobre o amor Os aromas vastos das flores misturam-se mal Suas cores ...
Enviado por fcsguimaraes
em 02/04/2015 15:33:48
Offline
fcsguimaraes
Divagação
É pelos livros que eu venho Embarcado em liteira antiga Invocando uma neve pura Que consolide as ...
Enviado por fcsguimaraes
em 27/03/2015 12:38:57
Offline
fcsguimaraes
Vero poema
À boca que despeja o verso Na etérea razão do encanto Saibas que a alegria é pranto Rompendo um a...
Enviado por fcsguimaraes
em 26/03/2015 11:55:52
Offline
fcsguimaraes
A H. H.
Morreu um poeta Terra, mar, animais Em sua própria casa Dia, noite, demais Era um homem Fogo,água...
Enviado por fcsguimaraes
em 25/03/2015 11:30:41
Offline
fcsguimaraes
Quem te fez ausente isso não compreende
As horas não rompem os abrigos de cera As musas não fazem sombra ao dez ali perto O género não se...
Enviado por fcsguimaraes
em 06/03/2015 12:34:20
Offline
fcsguimaraes
Curta dança com o sal
Fui um pouco de ser em cada coisa Que a vida usou para aspirar O instante que de mim brotava Cinz...
Enviado por fcsguimaraes
em 07/02/2015 11:07:23
Offline
fcsguimaraes
BALADA DE UM TEMPO TRISTE
Era um lindo lugar Entre o ventre a calma do dia Assegurava um sol de verão - harmonia E chegavam...
Enviado por fcsguimaraes
em 15/12/2014 17:17:57
Offline
fcsguimaraes
Fiz uma cruz
Quando julguei que cabia uma cruz, comecei por invadir aquele espaço com um singelo e débil ponto...
Enviado por fcsguimaraes
em 09/11/2014 16:11:16
Offline
fcsguimaraes
Á toa ninguém deve falar
Aproveitar essa mulher que se perdeu Esse gozo da palavra prometida Que trazia as viagens sonhada...
Enviado por fcsguimaraes
em 01/09/2014 11:43:26
Offline
fcsguimaraes
Um abandono
Diz-se que fugiste E alisaste a seca superfície turva da areia Decompondo montículos agradecidos ...
Enviado por fcsguimaraes
em 09/08/2014 17:29:07
Offline
fcsguimaraes
Medo Afastado
Agora que deixei os tigres lá longe Com todos os mantos de neve daquele lugar Poderei pedir então...
Enviado por fcsguimaraes
em 27/05/2014 16:01:01
(1) 2 3 4 ... 6 »