https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Eternidade

 
Tags:  Mabelle  
 
A sede
cede
e cega
a ave,
o olhar grave
da seca.

O poema
sai da pena
da ave
morta;
na linha
torta
deus sentencia

Mas a pena
é a chave.
E me acena
ave
em poesia.

---



Mabelle

 
Autor
Mabelle
Autor
 
Texto
Data
Leituras
775
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
7 pontos
5
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Caio
Publicado: 07/08/2013 19:43  Atualizado: 07/08/2013 19:43
Colaborador
Usuário desde: 29/09/2011
Localidade: Olinda, Pernambuco
Mensagens: 1148
 Re: Eternidade
é um poema muito bonito, sim, sim. percebe-se que dá valor a cada palavra. as imagens que passa ao leitor são suaves, como posso perceber em seu estilo. tem futuro!

beijo, mabelle


Enviado por Tópico
Betha Mendonça
Publicado: 07/08/2013 21:36  Atualizado: 07/08/2013 21:36
Colaborador
Usuário desde: 01/07/2009
Localidade:
Mensagens: 6741
 Re: Eternidade
Mui belo!
Musical.Um deleite aos ouvidos.

Enviado por Tópico
PROTEUS
Publicado: 07/08/2013 21:48  Atualizado: 07/08/2013 21:48
Colaborador
Usuário desde: 27/03/2010
Localidade:
Mensagens: 3787
 Re: Eternidade
Lindo.
A eternidade é um suspiro em forma de poesia. (viajei...)

Enviado por Tópico
Mabelle
Publicado: 14/08/2013 02:36  Atualizado: 14/08/2013 02:37
Participativo
Usuário desde: 03/08/2013
Localidade:
Mensagens: 30
 Re: Eternidade
Betha,
Que bom que sentiu musicalidade nos meus versos.
^^
Obrigada, por ler e comentar.
---

PROTEUS,
É interessante quando você consegue transpassar suas ideias nos versos. A vida é efêmera, mas a poesia pode estender esse caminho.

Obrigada! :)
---