https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

O AMOR E O AUTO PERDÃO

 
O AMOR E O AUTO PERDÃO

Quando foram pedir sua ajuda ele já a tinha dado
Quando deram os parabéns já não fazia diferença
Quando vieram lhe chamar ele já estava ausente
E quando da hora de sair já fazia tempos a sua ida

E quando ele foi elogiado já era indiferente
E quando o notaram não queria mais estar ali
E quando veio a música ele já tinha dançado
Mas quando ela dançou de longe ele assistiu

Você o procurava, mas ele se sentia perdido
Você dizia o conhecer, mas ele se desconhecia
Você via claro o caminho que para ele era turvo
E para não te fazer sofrer melhor foi sumir

Você lhe queria amor e agora ele sabe o valor
Pois a ele mesmo de todos males já se perdoou
Não pode amar alguém um coração em desgosto
Pois só é feliz no amor quem no peito já é feliz

"Não é o lugar em que nos encontramos nem as exterioridades que tornam as pessoas felizes; a felicidade provém do íntimo, daquilo que o ser humano sente dentro de si mesmo' Roselis von Sass – www.graal.org.br

www.hserpa.prosaeverso.net


"A felicidade provém do íntimo, daquilo que o ser humano sente dentro de si mesmo" Roselis von Sass - www.graal.org.br

 
Autor
HSERPA
Autor
 
Texto
Data
Leituras
661
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.