https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

o infinito existencial

 



e se o infinito
fosse desdito

e pousasse
sob a forma de uma gotícula
na ponta de um dos dedos
da minha mão

ou fosse luz
ou escuridão
imensamente densa e pesada
ou leve como uma brisa

e se o infinito
fosse desdito

ou fosse morte
ou fosse vida
e disso eu convicto

decidiria
na palma da minha mão
se existiria
ou não

 
Autor
uersus
Autor
 
Texto
Data
Leituras
368
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
8 pontos
0
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.