https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

MESMO que NÃO HAJA MADRUGADA

 
MESMO que não
HAJA MADRUGADA

Poeta
Abra os olhos
E veja a tarde indo embora,
Não fique triste se não houver lua
E se o vento não venta como antes,
Ou se a chuva não tem a tristeza
Das madrugadas que se foram.
Levante a cabeça
E repare aquela estrelinha
Que nos espreita pelo vão do céu,
Lembre-se também que o poeta
Não opera por meios mecânicos.

E nos estoques dos nossos sonhos
Sempre haverá um luar prateado
Entrando pela janela da varanda,
Uma madrugada,
Um por de sol
E até um jardim com flores lilases
E as borboletas azuis
Voando... voando
Para sempre...!

JBMendes

 
Autor
JBMendes
Autor
 
Texto
Data
Leituras
763
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
2
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
MarySSantos
Publicado: 30/01/2014 21:19  Atualizado: 30/01/2014 21:19
Luso de Ouro
Usuário desde: 06/06/2012
Localidade: Macapá/Amapá - Brasil
Mensagens: 5282
 Re: MESMO que NÃO HAJA MADRUGADA
querido poeta,

difícil encontrar
um momento
sem que a poesia observe
com teu maravilhoso olhar.

guardei pra mim, este.

bjo.