https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Rezas por uma causa nobre

 
Tags:  sentimento    pobreza    jomad    nobreza  
 
Rezas por uma causa nobre
Ajudas os outros sendo pobre
Pois sabes o que custa viver
Sem dinheiro ter para comer

A tua mão é sempre aberta
E sem pudor a dos outros aperta
Não olhando a preconceitos
Raivas, invejas e outros defeitos

Vives na rua e porquê?
No lixo, comendo o quê?
Mas ao alguém se aproximar
Envergonhado escondes o olhar

Ambicionas apenas sobreviver
Sem a sanidade que resta, perder
Que a violência dos outros em si
… não se apodere também de ti

E a família? Onde vive agora?
O seu filho viu-o ele lá fora
Deu-lhe uma moeda sem olhar
Para ir trabalhar e não se atrasar

A moeda? Guardou-a com emoção
Ao segui-lo na avenida, na multidão
Usava gravata em fato azul claro
Ele? nem banho nem nada caro

Mas sorriu e bem lhe desejou
Quando da vista, ele se apartou
Porque ao emprego chegou
E até ali ficou, ali se sentou

Mais uma vez pensou
Na partida que o Destino lhe pregou
E da família para sempre o afastou
Mais uma vez chorou

Rezas por uma causa nobre
A tua mão é sempre aberta
Vives na rua e porquê?
Ambicionas apenas sobreviver
E a família? Onde vive agora?

Perguntas que a moeda guardada
Sua recordação mais amada
Não lhe sabe responder
Apesar de muito o querer

Mais uma vez pensou
Mais uma vez chorou
Porque nem o filho lhe ligou


Open in new window

 
Autor
jomadosado
 
Texto
Data
Leituras
591
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.