https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

pintados por lápis-lazúli

 
Tags:  céu    praia    inverno    neve    algarve    amendoira  
 
pintados por lápis-lazúli
 
o meu coração traz uma flor
flor de amendoeira despida
no frio e frente ao mar
onde abelhas a vêm polinizar
a fazer nascer o mel de ti

com doce aroma de inverno
e um cheiro azul do mar
adormecido pelo sol
nas areias doiradas da praia

é assim o meu coração
em pleno mês de fevereiro
neste Algarve branco de neve
onde as águas e o céu
são capaz de nos aquecer
quando pintados por lápis-lazúli


Imagens: do autor (jorge oliveira 2014)


Jorge Oliveira

VISITE E COMENTE O MEU BLOG

Mais poemas em:


http://afacedossentidos.blogspot.com/

Imagem: Do Autor (Jorge Oliveira 2014)
 
Autor
quidam
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1119
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
25 pontos
17
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
acalenta
Publicado: 19/02/2014 22:24  Atualizado: 19/02/2014 22:24
Colaborador
Usuário desde: 25/08/2010
Localidade:
Mensagens: 5385
 Re: pintados por lápis-lazúli
Olá Poeta!!!

O Mar a brisa nos da inspiração e seu poema ficou lindo,pintado como uma flor parabéns amigo.

abraço

acalenta


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 19/02/2014 22:59  Atualizado: 20/02/2014 19:37
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29310
 Re: pintados por lápis-lazúli
Pintam se a ceres, repousa sobre mim essas magias que encandeiam corações, uma maravilha de poema


Enviado por Tópico
Manufernandes
Publicado: 20/02/2014 00:00  Atualizado: 20/02/2014 07:37
Subscritor
Usuário desde: 09/12/2013
Localidade: Lisboa
Mensagens: 3860
 Re: pintados por lápis-lazúli
uma pedra bonita que lembra o céu bem azul pleno de estrelas prateadas É uma pedra que adoro e que você enquadrou muito bem, no Algarve.~
A beleza das amendoeiras em flor...o seu poema.. só maravilhas!
Abraço
~manu


Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 20/02/2014 01:11  Atualizado: 20/02/2014 01:11
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16189
 Re: pintados por lápis-lazúli
Poeta Jorge
Belíssimo poema! Parabéns pela inspiração!
Beijos! Levo!
Janna


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 20/02/2014 19:37  Atualizado: 20/02/2014 19:37
 Re: pintados por lápis-lazúli
Apenas uma palavra: ADORÁVEL!

Aplaudindo deste lado do mar!

Beijos,

Anggela


Enviado por Tópico
MarySSantos
Publicado: 20/02/2014 20:15  Atualizado: 20/02/2014 20:15
Luso de Ouro
Usuário desde: 06/06/2012
Localidade: Macapá/Amapá - Brasil
Mensagens: 5282
 Re: pintados por lápis-lazúli
... e com a poesia inteira no teu coração,
o que não poderia florir?

lindo!

bjo


Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 22/02/2014 04:25  Atualizado: 22/02/2014 04:25
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: pintados por lápis-lazúli
quando a cor emana calor cobrindo o inverno
de vida. pois o sol agora são palavras contidas aqui.
ah,obrigada... bj

Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 22/02/2014 12:50  Atualizado: 22/02/2014 22:51
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12514
 Re: pintados por lápis-lazúli
As amendoeiras em flor,
lindas, parecem neve.
O Céu pintado de azul.
Quem não gosta do Algarve
ao pé de si, quem se atreve!...
Ao pé de mim também não,
uma terra encantadora
se Deus a riscou a lápis...
vejam como Naquelas mãos
toda a cor é duradoura!

Muito bonito, gostei. Abraço. Vólena


Enviado por Tópico
RayNascimento
Publicado: 22/02/2014 19:48  Atualizado: 22/02/2014 19:48
Membro de honra
Usuário desde: 13/03/2012
Localidade: Monte Roraima - Brasil
Mensagens: 6404
 Re: pintados por lápis-lazúli
Meu coração trás
na lembrança da pele
A flor de laranjeiras
Que a vida
Me prometeu
Mesmo no momento
Mais despido da vida
No mármore gélido
As pétalas da flor
Formam teu nome
Despidas pela saudade eterna
Que ficou...
Onde o beija flor poliniza
As flores de laranjeira
Que em minhas mãos deixastes
Numa espera eterna
Que vivifico enfim...
Em outras vidas
Na primavera de nós
Na hora mais despida
De toda uma vida.
Acalorada pelo sol
D'ouro eterno amor...
No outubro da primavera
Sem fim...
Pintados pelos lápis
Amarelo-de-sol
E negros como
O firmamento do céu
Em noite estrelada...
negros como meus olhos
Que para todo um sempre
Te procuram.
permita-me poeta QUIDAM deixar aqui
um pedacinho de mim.
(ao meu eterno amor in memorian)
Ray Nascimento




Open in new window