https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Circunstâncias

 
Velhas são
as Esperanças,
cheias d'ilusões,
rasgadas,
que em
lânguidas noites,
salgadas,
sepultam
os Corações!
Meias-luas
de solidão!
Assim os olhos,
que inundam
o coração ...
Dois altares
d'ilusão,
dois padres
com promessas,
sem Vida,
nem perdão!
E que é
feito do
Ceu?!
É noite
no meu peito!
E a noite
cobre-me
como um véu!
Alguém chora!
Noite!
Só noite!
Não mais
que noite,
dentro e fora!
Não posso ...
Mas como posso
não poder?! ...
Ontem ...
Agora ...
Haverá algo
a fazer?!...
Além de perder,
chorar, sofrer,
haverá alguém
a quem Amar?!
E que é feito
do Céu?!
Que é feito
do Mar?!
É noite no
meu peito!
Rasgou-se
o véu...
Ai do Coração,
já sem dor
nem ilusão ...
Perdão, Senhor!
Perdão!


Ricardo Louro

no Chiado
em Lisboa


Ser Poeta é exilio
num pais de condenados
um tormento infinito
de mil olhos rejeitados!

Ricardo Maria Louro

 
Autor
Ricky
Autor
 
Texto
Data
Leituras
574
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Ramgad
Publicado: 21/02/2014 13:16  Atualizado: 21/02/2014 13:16
Colaborador
Usuário desde: 13/04/2007
Localidade:
Mensagens: 944
 Re: Circunstâncias
Ricky, já estava com saudades de ler suas belas obras.
Mais uma grande maravilha sua, parabéns.
Com um cantar triste, porém belo.

Abs
Ramgad