https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

Discernimento

 
Tags:  mentiras    enganos    banqueiros    PATROCÍNIO  
 

Open in new window


Discernimento

Quisera que o ser humano tivesse o discernimento
De separar a verdade do que a imprensa explora
Pois não sabe que o que se escreve no momento
Tem que ser do interesse de quem o jornal explora

A mentira sempre atende interesses do dinheiro
A verdade não se fala pois não há patrocinador
Se omite muita coisa para enganar o brasileiro
De uma gota de sangue se faz um grande terror

Ao analisar uma fraude se faz com diferença
Muitos são presos atoa, até na sua inocência
E outros são castigados com a aposentadoria

Com dinheiro se compra até o habeas-corpus
Se for banqueiro nunca paga o seu rombo
E assim o nosso povo vive nessa hipocrisia.

jmd/Maringá, 30.003.2014


verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
458
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.