https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Tristeza : 

Asas Arrancadas...

 
Asas Arrancadas...
 
 

Me agarro nas amarras da terra
O plácido veneno que me percorre
A veias da eterna saudade
Que me falece aos poucos...

Sinto as cordilheiras nos meus pés
Esvaindo-se nas fornalhas do vento
Que me levam ao desfiladeiro
Sem medo...

E a saudade que me fenece inteira...

Cascatas de lágrimas sangram
O meu coração vazio de emoção
Deslizando sobre mim a febre
Que acendo milhões de velas
D\'um o sonho se apagou...

Sinto-me morrendo aos poucos
Na demência deste instante
Que no eterno
Tua voz se fez silenciada
Nas asas arrancadas de um anjo
Com as cordas de puro ouro.



Do fundo do meu ser; amo te ler; tua amizade e seu amor sincero são refrigero pra minha alma.Te amo Amiga do seu AMIGOMENINO!
Open in new window
Adriel

 
Autor
RayNascimento
 
Texto
Data
Leituras
743
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Robertojun
Publicado: 05/05/2014 15:31  Atualizado: 05/05/2014 15:31
Colaborador
Usuário desde: 31/01/2014
Localidade: São Paulo
Mensagens: 2188
 Re: Asas Arrancadas...
Olá, RayNascimento!

Belo poema. Amei ter lido.
Parabéns pela inspiração!

Abraço,
Roberto Jun